Friday, November 09, 2007

 
" FILHO DE BURROUGHS

Ele continua louco e amotinado ao fim de
tantos corredores
-Setas vermelhas indicam EXIT em todas as
paredes
mas ele sabe que não há saída possível
Ele saltou todos os obstáculos no seu cavalo
branco
só lhe falta saltar um obstáculo-o seu
cavalo branco
Os relógios pararam todos na mesma hora
mas o seu coração continua a bater a bater a
BATER
Ele prescindiu de tudo menos da beleza
de ser quem era
Ele é tão inútil como um pássaro no asfalto
sonhando com o néon verde da primavera

Jorge de Sousa Braga, in O POETA NU,
1991, Fenda EDições


Comments: Post a Comment

Links to this post:

Create a Link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Web Page Counters